Neve em Portugal, dicas fora dos roteiros turísticos

0

Neve em Portugal foi um tema escolhido porque muita gente pensa que aqui não neva. A cada lugarzinho que viajo mais me apaixono por esse país. Em Portugal é possível fazer viagens medievais, provar da gastronomia riquíssima, fazer roteiros pelas quintas onde produzem os vinhos, passeios por reservas e parques naturais, praias lindíssimas para curtir no verão, onde o clima é bem mais quentinho que a maior parte dos outros países europeus, e no inverno ainda é possível desfrutar de Neve! Sim, há muita neve em Portugal, e não e só na Serra da Estrela, considerado o ponto turístico de neve mais famoso.

Um das opções de neve em Portugal: Aldeias transmontanas

pôr-do-sol na aldeia de Montesinho

Rio de Onor

Há uns anos visitei uma aldeia do Distrito de Bragança (norte de Portugal) chamada “Rio de Onor” (aldeia aqui são cidades muito pequenas, com poucos habitantes, quase uma vila), e foi inexplicável o que senti ao chegar naquele lugar. Desci do carro e avistei apenas casinhas de Pedra, uma ponte e um riozinho passando, uns velhinhos, chaminés soltando aquele cheiro de madeira queimada… e senti frio, muito frio! Cheirava também aos poucos animais que eles criam.

Por um momento desejei a vida naquele lugar. Uma pena, mas com o modo de vida que temos hoje, acho quase impossível acostumar um dia a viver ali. No entanto, para visitar, observar e imaginar como aquelas pessoas vivem, já foi confortante, foi um aprendizado, foi gostar mais ainda de estar viva, de estar nesse país, de desacelerar, e por ter a oportunidade de vivenciar aquela paz a pouco menos de duas horas de casa.

Aldeia na divisa Portugal/Espanha – Rio de Onor/ Rihonor de Castilla

Montesinho

A hospedagem escolhida era em Montesinho, também região de Bragança. Uma casinha nessa aldeia, que é área protegida, e fica mesmo no Parque Natural de Montesinho. Tinha apenas um café na aldeia, que é do cunhado do Sr. Zé Miguel, o senhor que alugava os chalés.  No primeiro dia, em menos de 20 minutos, foi possível passear por todas as ruas admirando o pôr-do-sol laranja que cobria o verde do lugar.

Engraçado, aquele final de tarde fez lembrar as cores do pôr-do-sol no sertão da Paraíba, o sol se despedia com ar frio e regado de raios fortes laranja e azuis, as vezes lilás… lindíssimo…

A região é bem interessante para conhecer. Vale a pena a visita na cidade de Bragança: centro histórico onde tem o Castelo, Sé e o centro. A sugestão de almoço vai para a “posta mirandesa”, espécie de carne da região, assada na lenha. Vale a pena provar.

Neve na vizinha de Portugal: Espanha, Sanábria

Pela tarde fomos até a aldeia que citei no início “Rio de Onor”, que fica na divisa com Espanha, dessa vez fomos para a parte da aldeia espanhola, chamada Rihonor de Castilla. A aldeia é minúscula, mas seus habitantes portugueses e espanhóis dividem as moradias na fronteira, cada um do seu lado, falando línguas diferentes a poucos passos de distância.

Como havia nevado há poucos dias, decidimos conhecer os lagos congelados de Sanábria, região que no verão é frequentada por causa dos campings da região, e no inverno se enche de neve. Essa região já é do lado da Espanha, nossa vizinha.

Lago congelado em Sanábria, Espanha

Mas, atenção! Antes de se aventurar a procura de locais com neve em Portugal, vale a pena se informar das condições do tempo no dia da viagem, se as estradas estão cortadas e o tipo de alerta indicado para a região de destino. Uma viagem sem planejamento e segurança pode ser muito perigosa!

Neve na Serra Amarela, região do Minho

Outro local que merece a visita com neve em Portugal é a Serra Amarela, Minho, entre a serra do Gerês e a serra do Soajo, que faz parte do sistema montanhoso da Peneda-Gerês. Resolvemos ir num feriado de carnaval, finalzinho do inverno,  mas que ainda havia previsão de muita neve.

O destino foi Ponte de Barca (região do Minho/norte) onde alugamos um chalé em plena mata localizada entre dois rios: o Vez e o Lima. Lugar perfeito. Pertinho de onde moramos, fica a 100 km do Porto. Ao chegarmos já avistamos a Serra Amarela com neve e resolvemos ir até ela que estava linda, pois tinha nevado a noite toda.

Para chegar lá era preciso apanhar uma estradinha de terra que estava coberta de neve. O nosso carro era novo, mas era um Fiat Panda 1.0, não é o aconselhável para este tipo de aventura, além de que é importante ir com correntes de segurança que acoplam aos pneus em casos de apanhar uma nevasca inesperada.

Serra Amarela – região do Minho, próximo à Serra do Gerês

O Gerês em qualquer estação

Parte da Serra Amarela fica dentro do Parque Nacional Pêneda-Gerês que é uma região cheia de rios, cachoeiras, água por todo lado, a vegetação muda a cada lugarzinho que você anda, perfeito em todas as estações. No verão sol, verde, calor e muita água. No inverno tem neve, quedas d’água… Então imagina tudo isso com neve. As paisagens no caminho da Serra Amarela eram de tirar o fôlego. Cenas de filme!

Quando estávamos para ir embora, o sol resolveu sumir e de repente o tempo fecha, vem aquele vento gelado, a umidade mais forte, iria chover, ou melhor, nevar. Ficamos à espera e logo, logo, começou a nevar. Uma surpresa maravilhosa. Curtimos um pouco, mas nos apressamos em voltar porque não saberíamos como iam ficar as estradas.

Essas são só algumas opções de neve em Portugal que ficam fora do roteiro turístico Serra da Estrela, mas tem muito mais opções, onde é possível hospedagem a preços melhores e para quem gosta, locais mais calmos, perfeitos para apreciar a natureza.

O bom de morar e viajar por dentro de Portugal são essas surpresas inesperadas. De carro você consegue fazer uma viagem no final de semana para aldeias ou parques naturais, a poucos quilômetros de casa e, além disso, ainda desfruta daquela pausa necessária do urbano para carregar as energias!

Créditos das fotos: todas são da autora, minha colunista convidada, Fabiola Lucena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.