Mudar para Portugal: 3 passos que não podem faltar no seu planejamento

0
Passos para se mudar para Portugal

Mudar de país com segurança e tranquilidade requer planejamento, principalmente quando envolve família. Por isso, neste post vou te contar 3 passos indispensáveis no planejamento da sua mudança para Portugal.

Antes de mais nada, preciso explicar que estes passos não esgotam o tema planejamento. Mas eles já te darão uma boa ideia de por onde começar.

Quem já me conhece daqui ou das redes sociais sabe que defendo que migrar para Portugal sem um planejamento bem-feito pode ser uma furada! Isto porque você irá se desgastar, ficará perdido e poderá até ter seu projeto de migração frustrado.

Aqui já estou partindo do princípio que você escolheu viver em Portugal e que não dá dúvidas de que aqui é o lugar para onde deseja migrar.

Mas caso ainda não esteja tão certo disso, considere definir o país antes de iniciar qualquer planejamento.

Aproveito também para te contar as 10 coisas que mais gosto em Portugal.

Passo 1: Definir quanto você tem de dinheiro para investir

Renda para mudar para Portugal

Todos os outros passos do seu planejamento dependem desse aqui: definir quanto você tem de renda para investir quando for mudar para Portugal.

Sim, mudar de país requer planejamento financeiro, antes de qualquer coisa.

Nesta etapa, você precisará ter duas respostas:

  • Quanto você tem disponível de recurso para investir na viagem / mudança; e
  • Quanto você tem disponível de renda para se manter no novo país depois que mudar.

Para saber se a renda que você terá para se manter é suficiente, é necessário avaliar o estilo de vida que pretende manter por aqui.

Eu recomendo que você tenha renda para se manter em Portugal por 1 ano, no mínimo, para ter mais tranquilidade. Porque assim você terá 1 ano para se adaptar, conhecer o país e buscar um novo emprego, se necessário.

A renda que você tem disponível e o estilo de vida que está buscando também influenciarão a decisão sobre qual região morar, que é outro passo indispensável do planejamento.   

Passo 2: Definir em qual região de Portugal morar

Região para morar em Portugal
Cidade de Lisboa

Escolher onde morar é um dos passos indispensáveis para quem decide mudar para Portugal e esta escolha vai depender de alguns fatores.

O primeiro e principal fator é a sua disponibilidade financeira, já abordada no item anterior, porque será importante escolher uma região com custo de vida compatível com sua renda.

Algumas pessoas sonham em morar em alguma região específica, seja por causa do clima, de alguma característica específica (praia, vinhedos, praias fluviais, grandes centros) ou pelo estilo de vida (urbano, do interior etc.).

Do mesmo modo, outras pessoas iniciam seu planejamento considerando se mudar para os grandes centros urbanos, por acharem que lá terão mais ofertas de emprego. Neste caso, é necessário aprofundar a pesquisa e considerar outros aspectos antes de tomar esta decisão.

Um deles é que o custo de vida nestas regiões é mais alto e há mais concorrência pelas ofertas de emprego.

Pode haver menos disponibilidade de imóveis devido à grande procura, principalmente quando se trata de região turística. Muitos proprietários preferem alugar seus imóveis para temporada, como AirBnb, por exemplo.

Minha recomendação é que você sempre pesquise mais de uma região e pondere tudo isso que falei aqui antes de tomar sua decisão. Por isso, antes de mais nada, conheça todas as regiões de Portugal aqui.

Passo 3: Definir metas e prazos

Todo bom planejamento requer definição de metas e prazos para executar cada tarefa.

O planejamento da migração para outro país não será diferente, por isso, definir metas e prazos é um dos passos que não podem faltar.

Sem metas e prazos bem claros você poderá se perder entre a grande quantidade de passos e tarefas a cumprir e atrasar ou até mesmo inviabiabilizar seu sonho de migração.

Enquanto estiver no início do planejamento, as metas podem ser mensais ou quinzenais.

Quando estiver chegando mais próximo da viagem, sugiro definir metas semanais, para evitar aquela corrida de última hora para resolver as últimas pendências.

Eu já passei por essa mudança, levando junto a minha família: marido, mãe e 3 filhos. Por isso, sei o quão trabalhoso é esse processo e sem um bom planejamento, a mudança pode se tornar inviável.

Como eu falei lá no início, há outros passos a serem cumpridos num bom planejamento de quem pretende se mudar para Portugal. Aguns deles, inclusive, valem para migração para qualquer país.

Se quiser se aprofundar no assunto, elaborei este e-book: Planejamento em 10 passos: migração segura e responsável para famílias.  

Tenho certeza que ele te dará clareza do que precisa ser feito e por onde começar o seu planejamento.

Até a próxima,

Edilene Gualberto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.