Como escolher um lugar para morar em Portugal

0

Brasileiros que decidem migrar para Portugal, além da etapa importante de planejamento, precisam definir o local de moradia. Por isso, nesse post, iremos dar algumas dicas de como escolher um lugar para morar em Portugal!

Um dos pontos importantes para definir a cidade em que a família se instalará está relacionado à sua renda, pois o maior custo de vida no país é a moradia.

Um erro comum é considerar apenas o valor de reserva financeira para essa tomada de decisão. A definição precisa ser feita, especialmente, com base na sua fonte geradora de renda em Portugal e quanto tempo levará para isto acontecer.

Para quem vem ao país para trabalhar, é essencial que o local de trabalho seja próximo ou de fácil acesso ao local de residência. Isto porque, a longo prazo, pode se tornar um problema para a família se manter no país.

Agora, se sua renda virá do Brasil ou outras fontes, poderá explorar qualquer região do país e escolher o local com base nos seus rendimentos!

Para quem precisa de trabalho no país, sugiro analisar as dicas a seguir.

Grandes centros: uma boa escolha?

Eu tenho uma má notícia para você: os grandes centros portugueses estão saturados, seja de portugueses ou imigrantes, não apenas brasileiros!

A grande maioria das pessoas acredita que estar em determinadas regiões, garante melhores condições de trabalho.

Entretanto, é preciso avaliar o custo x benefício de tal decisão, já que  o custo de vida pode ser consideravelmente maior do que cidades mais distantes ou no interior.

Com o acúmulo de pessoas nos grandes centros, fica mais escassa a oferta por bons imóveis e o investimento permanece muito alto.

O ideal é conhecer o país antes de migrar, analisar algumas cidades, ter alguma afinidade com as regiões e tomar uma decisão.

Caso não posso fazer isto, nem tem contatos diretos em Portugal, pesquise na internet ou conte com o apoio de especialistas em Assessoria Migratória, que poderão auxiliar com esta escolha e até com outros serviços, como a obtenção de documentos e vistos.

Então, quais cidades escolher?

Apesar das dicas acima, sabemos que, na prática, nem sempre é possível ver de perto e conhecer cada local antes de definir a rota de mudança.

Além disso, o planejamento da migração será feito com base na escolha do local de moradia, que definirá, inclusive, o valor que você precisará ter para reserva e prazos para execução.

Então, papel e caneta na mão que essa informação vale ouro para você escolher um lugar para morar em Portugal: procure locais que equilibrem demanda de trabalho e maior oferta de imóveis a preços acessíveis. Não é fácil, mas ainda há cidades urbanizadas, com comércios e fábricas, mas interioranas, com custo menor dos imóveis.

As capitais de cada Distrito, por exemplo, a depender da região e do tamanho, podem ter este equilíbrio, mas não se iluda porque achar imóveis disponíveis é sempre uma grande luta, sejam nas cidades grandes, pequenas, interior ou centro.

Conheça, as 10 cidades mais baratas para morar em Portugal segundo o site Eurodicas.

Documentação em dia

Estamos falando de moradia e é importante que você saiba que para alugar um imóvel em Portugal, você precisará do NIF português, que é um número de identificação fiscal.

Além de identificar o contribuinte no país, esse documento é essencial para todas as regularizações que você vai precisar fazer antes de se instalar na nova cidade.

Você precisará desta identificação para pedir a ligação de serviços essenciais como água, luz, gás e até para buscar vagas em escolas para os seus filhos.

Além disto, tem que estar legalizado no país e que tem renda suficiente para pagar as rendas (aluguéis), dificilmente encontrará um proprietário que aceite arrendar para você, então, ter tudo devidamente declarado no seu imposto de renda é fundamental e uma abertura de portas no país.

Por isso, se atente aos detalhes e procure deixar toda a documentação acertada para chegar em Portugal com tranquilidade.

Agora é com você!

Quem já passou pelo processo de migração sabe que detalhes como a escolha do local de moradia, faz toda a diferença para a equação final da mudança.

Pesquise, pergunte e o mais importante: PLANEJE!

Planejamento é alma do negócio, quando o assunto é mudança de país.

Não esqueça de entender como funciona a região que você está buscando e se há algum tipo de documento específico. Conte com o apoio de profissionais para realizar as etapas de visto, documentação e mesmo moradia e escola dos filhos, com todo conforto e tranquilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.