Migração para Portugal: Como fazer o planejamento da sua Migração para Portugal?

0

Como fazer o planejamento da sua migração para Portugal é um post que nasceu da necessidade de muitas famílias pela busca de Assessória Migratória e hoje quero te apresentar detalhes relevantes para realizar sua migração de maneira segura e responsável, independentemente da contratação ou não de profissionais especializados.

Importante lembrar que todas as dicas que receberão aqui valem para qualquer país, não apenas para Portugal.

Como fazer o planejamento da sua migração para Portugal?

A chave de ouro da migração é o planejamento: quanto antes começar a organizar os detalhes da mudança, maiores as chances de êxito.

A escolha do destino é etapa essencial no processo de migração. Para quem escolheu Portugal, é importante ter em mente que o custo de vida é extremamente alto quando se compara à remuneração média paga no país, já que é uma das menores da União Europeia.

Com isso, outras questões surgem antes de iniciar o planejamento:

1- Avaliar se haverá a necessidade de trabalhar no país (ou se tem renda advinda do país do seu país de origem) e qual será o custo de vida depois da mudança, também são importantíssimos para evitar aquele perrengue quando a mudança efetivar.

2- É preciso estar atento às alterações de clima de um local para o outro. No fundo, esse tipo de validação parece detalhe, mas faz uma grande diferença na prática.

Sabia que muita gente volta para o Brasil porque não aguenta o frio de determinados países? Até mesmo de Portugal, que é um dos mais amenos?

3- Outro ponto relevante é pensar no quão apegado você e sua família são com outras pessoas. É preciso materializar tudo isso na mente, ainda na etapa de planejamento, para que estes pontos não se transformem em objeções durante a mudança e um grande pesadelo na sua vida de imigrante.

E antes de mais nada, é preciso entender o que motiva a sua mudança. Este também pode ser um fator decisivo para que tudo corra bem.

Imigrante legalizado

Passada a etapa anterior de definir o país para qual migrará, um passo importantíssimo é garantir a permanência de sua família de maneira legalizada.

Isto será importante para terem acesso aos serviços essenciais do país, mas antes disso, possibilitar uma entrada tranquila pela imigração e serviços de estrangeiros e fronteiras.

Já imaginou abrir mão de tudo que tem no Brasil, planejar a mudança durante meses, investir dinheiro, tempo e energia e ser barrado na imigração?

Inclusive, escrevi um outro post, detalhando os tipos de visto para brasileiros em Portugal. Vale a pena conferir.

Além disso, os brasileiros que buscam trabalho em Portugal, precisam estar com a situação regularizada para garantir acesso a empregos melhores. Empresas grandes e de renome não empregam profissionais ilegais, nem em Portugal, nem em outros países do mundo.

Definindo metas e prazos para sua migração para Portugal

Sun Tzu foi preciso ao dizer que “nenhum plano sobrevive ao campo de batalha”, em referência aos planos perfeitos que nunca saem do papel.

Por isso, é de extrema importância determinar metas e prazos para as mudanças acontecerem, especialmente, aquelas relacionadas à mudanças tão grandes, como ir viver com a família em outro país.

Importante criar uma agenda com todos os itens que precisam de verificação, estabelecendo prazos para finalização.
Nesta etapa e até mesmo antes dela, é interessante que a família defina se contará com o apoio de uma assessoria migratória.

Como a assessoria migratória pode simplificar sua chegada em Portugal?

Algumas pessoas ainda veem a assessoria migratória como um serviço contratado para ajudar no pedido de visto. Logicamente, esse é um dos grandes facilitadores da contratação, mas está longe de ser o único apoio prestado ao imigrante.

Ao contar com uma assessoria, a família tem chance de entender em detalhes o funcionamento do país, antes mesmo da sua chegada, e estar amparado nos primeiros entraves que encontrar.

Também poderá apoiá-los com a locação ou compra de um imóvel e também na ligação de serviços como água, luz, gás, internet. E ainda, auxiliar no reconhecimento de grau da sua formação (procedimento que equivale o diploma no país), apoiar na abertura de conta em banco, tirar o NIF em Portugal (semelhante ao CPF brasileiro), assessorar na matrícula infantil de seus filhos, entre tantos outros serviços que as diversas assessorias oferecem.

Afinal, imagine você e sua família chegando em um país novo e por vezes, desconhecido, sem o mínimo conforto garantido?!

Aproveite para entender os detalhes da estrutura de ensino e matrículas dos filhos.

Agora, com todas as nossas dicas, você consegue entender algumas etapas caso pretenda fazer tudo sozinho.

Despesas e investimentos na ponta do lápis

Outro passo que exige atenção ainda na fase de planejamento é identificar as despesas que surgirão com o processo de migração, dentre as quais posso citar documentos, vistos, passagens aéreas, mobília para o novo imóvel, aluguel ou compra de carro, supermercado.

Além disso, muita gente esquece, mas também é preciso pensar: nas despesas com roupas e calçados adequados e até com a própria assessoria migratória.

Em relação ao investimento, coloque no papel o valor que terá disponível total e mensalmente. Isto vai nortear questões importantes, especialmente, as relacionadas às metas e prazos.

Dica de ouro: se a intenção na migração é buscar uma posição no mercado de trabalho português, é importante considerar uma reserva financeira que cubra suas despesas por, pelo menos, 1 ano no país.

São detalhes que farão toda a diferença na prática.

Como fazer o planejamento da sua Migração para Portugal

Últimos passos antes da viagem

Antes de, efetivamente, chegar em Portugal, você terá muitos passos e etapas a cumprir. Neste post, te mostrei uma breve jornada para que sua chegada seja a mais confortável possível.

É imprescindível estabelecer esses passos e contar com a ajuda de quem realmente entende do assunto, para que as coisas comecem mais do que certas: tranquilas.

Entenda que os 3 primeiros meses devem servir de período de adaptação e com isso, há mais chances de aumentarem os gastos no novo país, ainda mais considerando a mudança de famílias completas, com filhos.

Espero que este post te ajude a definir os detalhes da sua mudança para Portugal e caso tenha ficado alguma dúvida, agenda uma consulta online e saiba mais sobre como ter uma chegada tranquila e com todo apoio em Portugal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.